Modelos
Path 2@2x

14.12.2022

ŠKODA OCTAVIA repete a classificação de cinco estrelas em testes de referência do Euro NCAP

› 86% para proteção de Ocupantes Adultos, 84% para proteção Ocupantes Infantis

› Melhoria na classificação dos sistemas de assistência ao condutor - agora com 81%

› Nova classificação válida na União Europeia, no Reino Unido e na Noruega até ao final de 2028

Pontuações máximas para proteção de Ocupantes Adultos e Infantis; pontuação mais alta para sistemas de assistência

Sob os novos e mais rigorosos critérios, a quarta geração do ŠKODA OCTAVIA defendeu com sucesso a sua classificação de cinco estrelas no teste de referência para a segurança em caso de acidente do Euro NCAP, confirmando de forma impressionante a sua reputação com um dos veículos mais seguros da sua classe. O bestseller da ŠKODA alcançou a pontuação máxima de cinco estrelas, depois do seu lançamento no mercado em 2019. A nova classificação será válida em todo o território da União Europeia, Reino Unido e Noruega até ao final de 2028. O OCTAVIA obteve 86% dos pontos máximos possíveis para a proteção de Ocupantes Adultos e 84% para proteção de Ocupantes Infantis. Em termos de sistemas de Assistência de Segurança de série, o OCTAVIA ultrapassou o seu resultado de 2019, subindo de 79 para 81%. 

Mais atualizações do equipamento de segurança desde o verão de 2022

Em junho de 2022, a ŠKODA AUTO procedeu a uma nova atualização do equipamento de segurança do OCTAVIA. Desde então o hatchback e o OCTAVIA Combi têm sido equipados com um airbag central entre o condutor e o passageiro da frente e um airbag para o condutor nos modelos de série. Além disso, a mais recente geração de sistemas de assistência do condutor inicia automaticamente as manobras de travagem quando há risco de colisão em cruzamentos ou com um ciclista a atravessar a faixa de rodagem. O sistema de deteção de fadiga do Driver Alert agora também emite um aviso audiovisual.

Teste mais exigentes para uma simulação de acidentes mais realista

O protocolo de testes do Euro NCAP válido desde 2020 é mais exigente do que o anterior, quando a quarta geração OCTAVIA alcançou pela primeira vez a sua classificação de cinco estrelas. As alterações visam alcançar uma simulação mais realista dos acidentes reais e das suas consequências. Até 2019, o teste de impacto frontal envolvia conduzir um veículo contra uma parede sólida com uma barreira deformável a 64 km/h. Desde o início de 2020, o teste tem utilizado uma barreira móvel de 1.400 quilogramas que viaja a 50 km/h em direção a um veículo em sentido contrário, também a 50 km/h. Além disso, uma nova geração de boneco de teste THOR-50M (Test device for Human Occupant Restraint) é utilizada no banco do condutor. Incorpora avanços em termos de biofidelidade e deteção e representa um homem adulto médio de 76,6kg. No teste de impacto lateral, a velocidade da barreira foi aumentada de 50 km/h para 60 km/h, enquanto o seu peso aumentou de 1.300 kg para 1.400 kg. Estas alterações significam que o veículo de teste tem de absorver com segurança 55% mais energia cinética do que antes. Os requisitos de travagem de emergência autónoma também se tornaram mais exigentes, por exemplo, com a inclusão de mais cenários de cruzamentos, bem como de proteção contra colisões para um ciclista que atravessa a estrada em ângulos retos em relação à direção da trajetória e a sair de trás de um obstáculo. A gama de velocidade para os cenários de travagem autónoma expandiu-se em 10 e 15 km/h. A segurança após um acidente é agora também avaliada. Entre outras funções, inclui apoio aos serviços de emergência através de fichas de segurança em cinco línguas e a função eCall+ para comunicação automática com os serviços de emergência. O sistema Multi-Collision Brake e o sistema de deteção de fadiga que emite um aviso audiovisual são também avaliados. A pontuação final é baseada numa combinação das pontuações individuais em quatro categorias: proteção de Ocupantes Adultos, proteção de Ocupantes Infantis, proteção de Utilizador de Estrada Vulnerável e sistemas de Segurança Assistida. 

Testes Euro NCAP desde 1997

O Programa Europeu de Avaliação de Novos Automóveis (Euro NCAP) sediado na cidade belga de Leuven é um projeto fundado em 1997 pelos ministérios dos transportes, clubes automóveis, associações de seguros e institutos de investigação de oito países europeus. Realiza testes de colisão em modelos de veículos atuais e avalia a sua segurança ativa e passiva, bem como a sua segurança de salvamento e recuperação. Enquanto inicialmente apenas os resultados dos testes de colisão eram avaliados, as classificações dos sistemas de segurança ativa, bem como sistemas de assistência ao condutor, têm agora uma maior ponderação na avaliação global. Até 2019, os critérios de avaliação eram apertados de dois em dois anos, Desde 2020, três anos de intervalo têm sido aplicados, abrangendo agora não só cenários de segurança ativa e passiva, mas também aspetos de segurança terciários, tais como "Chamada de Emergência" e informação sobre os veículos danificados para o sistema integrado de salvamento.