Modelos
Path 2@2x

10.11.2022

Sempre com cinco estrelas

Assegurar a máxima segurança possível dos seus veículos é uma prioridade máxima para a ŠKODA AUTO e é também uma tradição de longa data: Um ŠKODA 100 L foi o primeiro veículo a ser submetido a um teste de colisão documentado há 50 anos em Praga-Ruzyně, em território que era, na época, a Checoslováquia. Hoje, a ŠKODA opera uma instalação de testes de colisão de última geração no seu Centro de Testes Polygon com sede em Úhelnice, o qual foi amplamente expandido em 2020 e que foi até distinguido com o prémio Crash Laboratory of the Year 2020 pela revista Automotive Testing Technology International. Os resultados do teste de referência Euro NCAP e do teste Global NCAP para a segurança em colisões atestam o impressionante historial do fabricante de automóveis da República Checa; todos os 15 novos modelos introduzidos desde 2008 alcançaram a mais alta classificação de cinco estrelas. Em 2021, os atuais FABIA e ENYAQ iV foram nomeados os veículos mais seguros nas suas respetivas classes.

Johannes Neft, Membro do Conselho de Administração da ŠKODA AUTO para o Desenvolvimento Técnico, afirma: "Na ŠKODA, utilizamos toda a nossa perícia em desenvolvimento técnico para melhorar consistentemente a segurança ativa e passiva dos nossos veículos. Mesmo os nossos modelos de nível de entrada oferecem inúmeros sistemas de assistência que normalmente só estão disponíveis em veículos de segmentos superiores. Ao mesmo tempo, o nosso laboratório de testes de colisão de última geração Polygon em Úhelnice proporciona o cenário ideal para testar minuciosamente a segurança dos nossos modelos. Isto permite-nos incorporar os nossos resultados no desenvolvimento de veículos numa fase muito precoce. Atingir a pontuação mais alta de cinco estrelas no teste de referência NCAP e no teste Global NCAP para a segurança em caso de colisão nos 15 modelos da ŠKODA testados desde 2008 é um sucesso notável".

Um forte compromisso para uma ótima segurança ativa e passiva
A ŠKODA expandiu mais uma vez o seu laboratório de testes de colisão de última geração no Centro de Testes Polygon em Úhelnice, perto de Mladá Boleslav, para assegurar as melhores condições de teste possíveis. No entanto, têm vindo a ser realizados testes de colisão no que é 

hoje a República Checa há 50 anos; após o primeiro teste documentado em maio de 1972 num ŠKODA 100 L, os testes de colisão foram subsequentemente concebidos por pessoal especializado.

Elementos de segurança nos modelos atuais da ŠKODA

Sistemas de assistência modernos para a segurança ativa

Todos os modelos atuais da ŠKODA estão equipados com vários sistemas de segurança. O Front Assist com proteção preventiva para peões e ciclistas, bem como o Lane Assist, são instalados de série em todos os modelos atualmente disponíveis para encomenda nos mercados da UE. O Front Assist utiliza avisos visuais e sonoros e uma suave intervenção na travagem para avisar de uma colisão iminente, inclusive com peões ou ciclistas, e trava automaticamente o veículo em caso de emergência. O sistema de assistência à manutenção na faixa de rodagem reconhece as marcações na estrada e os limites da faixa de rodagem e ajuda a manter o veículo na sua faixa de rodagem utilizando o sistema de assistência ativa à direção. Os sistemas eletrónicos que asseguram uma tração otimizada (ASR, ESP e XDS) e distâncias de travagem mais curtas (ABS) são também propostos de série na Europa. A travagem de colisões múltiplas pode evitar colisões secundárias em caso de acidente.

Equipamento de segurança abrangente para todos os modelos

Estão disponíveis sistemas de assistência inovadores adicionais, alguns dos quais são opcionais, para todas as séries de modelos atuais da ŠKODA. Até há alguns anos, estes estavam reservados para veículos de segmentos superiores, incluindo o Travel Assist, cujo funcionamento varia consoante o modelo. O Adaptive Cruise Control (ACC) está sempre incluído como parte do Travel Assist; em alguns modelos, está disponível uma variante preditiva. Esta utiliza imagens da câmara no para-brisas e dados do sistema de navegação para responder em tempo útil aos limites de velocidade ou curvas, se desejado. O Travel Assist também inclui o Adaptive Lane Assist, que reconhece obras na estrada e todas as marcações de faixa de rodagem. A versão superior do Travel Assist está disponível para o OCTAVIA e na família ENYAQ iV e o Emergency Assist está também incluído na gama de funcionalidades, tal como a nova função Assisted Overtaking, que torna a ultrapassagem mais fácil. A base para esta assistência é o sistema Side Assist, capaz de detetar veículos que se aproximam por trás a uma distância de até 70 metros. O sistema Proactive Occupant Protection está disponível como opção ou proposto de série nos modelos OCTAVIA, KAROQ, KODIAQ, SUPERB e ENYAQ iV. O sistema deteta uma colisão ou capotamento iminente, aperta os cintos de segurança dianteiros com antecedência, fecha as janelas e acende as luzes de emergência. Os sistemas Collision Avoidance Assist, Turn Assist e Exit Warning estão também disponíveis para o OCTAVIA e para o ENYAQ iV. A tecnologia Parking Assist opcional também disponibiliza a função Trained Parking em alguns modelos, onde o sistema regista o caminho para um lugar de estacionamento frequentemente utilizado, por exemplo, através de uma entrada estreita e sinuosa. O veículo pode repetir este caminho em qualquer altura, conforme necessário.

Tecnologia de iluminação avançada para uma ótima visibilidade em todos os momentos

Todos os modelos atuais da ŠKODA podem ser equipados com faróis LED que são brilhantes, reativos e ao mesmo tempo eficientes em termos energéticos. Em algumas variantes, a tecnologia LED é também utilizada nos farolins traseiros. Para os modelos KAROQ, KODIAQ, OCTAVIA e ENYAQ iV, os faróis de matriz LED estão disponíveis como opção ou propostos de série, dependendo do nível de acabamento. Graças à tecnologia de matriz, os LED são controlados individualmente e permitem manter o feixe de luzes de máximos aceso permanentemente sem provocar encadeamento nos outros utilizadores da estrada. Assim que a câmara do para-brisas deteta veículos, pessoas ou objetos que refletem a luz, a tecnologia de iluminação inteligente protege-os automaticamente do feixe.

Carroçaria de construção moderna: Elevada rigidez torsional e capacidade de absorção de energia

Ao longo do processo de desenvolvimento de um veículo, a ŠKODA AUTO trabalha para assegurar que a carroçaria tenha um elevado grau de rigidez de torção, assegurando ao mesmo tempo que pode absorver uma quantidade considerável de energia. Isto implica a utilização de zonas de deformação para absorver tanta energia quanto possível em caso de impacto. O objetivo é manter o compartimento dos passageiros estável durante um acidente para proporcionar a melhor proteção possível aos ocupantes. Ao mesmo tempo, uma maior rigidez da carroçaria permite oferecer um melhor comportamento, uma vez que a carroçaria não se torce nas curvas e as rodas permanecem sempre precisamente alinhadas em relação à estrada. A ŠKODA está a utilizar, cada vez mais, componentes em aço de elevada resistência formado a quente nos seus modelos, principalmente nos pilares A e B, na antepara e no túnel central. Na quarta geração FABIA, por exemplo, a proporção dos três tipos de aço mais duros - aço multi-fase, aço de ultra alta resistência e aço endurecido por pressão - aumentou de 15% para 40% em comparação com o seu antecessor. Globalmente, a carroçaria do FABIA consiste em quase 80% de componentes de aço de alta resistência e oferece uma relação de rigidez ideal em combinação com outros componentes da carroçaria.

Ótima proteção para peões

Outro aspeto importante do desenvolvimento de veículos na ŠKODA AUTO é conseguir a melhor proteção possível para outros utilizadores da estrada, especialmente peões e ciclistas. É aqui que entram em jogo os sistemas de assistência inteligentes e características especiais de conceção da carroçaria. Mesmo nas fases iniciais do desenvolvimento de um novo modelo ŠKODA, são realizados mais de 200 testes de proteção de peões. Estes incluem os obrigatórios testes que simulam o impacto de um corpo de ensaio sob a forma de uma coxa contra um capot ou um modelo de perna inferior contra o para-choques dianteiro, bem como testes de impacto na cabeça para adultos e crianças que colidem com o capot ou para-brisas. Para proteger os peões o mais eficazmente possível em caso de uma colisão, a conceção da carroçaria deve também proporcionar espaço suficiente entre componentes tais como o motor, amortecedores, dobradiças e fecho do capot e eixos dos limpa para-brisas. O capot absorve o impacto através de uma deformação direcionada e não tem arestas afiadas desnecessárias ou estruturas duras na parte da frente. O material absorvente de energia instalado à frente do reforço de aço do para-choques dianteiro também melhora a proteção das pessoas. Sistemas de assistência como o Front Assist com proteção preditiva para peões e ciclistas e o Collision Avoidance Assist ajudam a evitar acidentes envolvendo peões ou ciclistas. A tecnologia Collision Avoidance ajuda o condutor a tomar medidas evasivas controladas e a evitar uma colisão iminente, aumentando ativamente o binário sob a direção. Além disso, o sistema Exit Warning alerta os passageiros para os veículos ou ciclistas que se aproximam por trás ao abrir uma porta.

Proteção especial para a bateria em veículos elétricos

As baterias de alta voltagem de veículos elétricos, tais como o ŠKODA ENYAQ iV e OCTAVIA iV, são resistentes a choques e especialmente protegidas contra sobrecarga elétrica. A bateria é incorporada no piso, enquanto os módulos em si são fechados num invólucro estável, à prova de água, que pode resistir até a colisões graves. Os engenheiros da ŠKODA prestam especial atenção à prevenção de sobrecarga da unidade de armazenamento de energia. Graças à sofisticada tecnologia de segurança com relés de proteção e sensores extensivos, a possibilidade de a bateria sofrer uma sobrecarga elétrica ou térmica é minimizada. A temperatura, o estado de carga e outros parâmetros são constantemente monitorizados. Além disso, o sistema de alta tensão é concebido para ser inerentemente seguro; em caso de defeito ou acidente, os componentes elétricos são desligados da bateria em milissegundos. Testes independentes, alguns dos quais vão muito além dos requisitos legais, demonstraram que os conjuntos de baterias bem protegidos permaneceram intatos mesmo quando a carroçaria foi deformada e que o sistema de corte integrado funcionou de forma segura e fiável em todas as colisões.